Você sabia que dos Estados Unidos até a Rússia são 5 km?

Você sabia que dos Estados Unidos até a Rússia são 5 km?

Você sabia que dos Estados Unidos até a Rússia são 5 km? 

Isso mesmo, você pode ir dos Estados Unidos para a Rússia nadando se você quiser. Apesar da pouca distância, uma viagem de avião entre os dois países pode demorar até 14 dias, mas não por causa da distância e sim pelas restrições e autorizações dos Russos.

Em 1867 o governo americano comprou o Alaska, que antes era do território asiático. Entre os dois territórios existe um estreito chamado de Bering. O estreito tem 90 km de largura e bem no meio existe duas ilhas. A do lado americano é chamada de Diomedes e a do lado russo é chamada de Grande Diomedes, a distância entre as duas é de aproximadamente 5 km. O legal é que podemos ver a Russia com os pés em solo americano.

 

Você sabia que dos Estados Unidos até a Rússia são 5 km?

 

Desde 1867,  os dois países dividem uma fronteira marítima comum entre as duas ilhas Diomedes. Para os povos locais de tchuktchi e esquimós, não é preciso visto para viajar entre as ilhas. Mas na parte russa tem apenas apenas um posto de fronteira. Já na ilha Diomedes, do lado americano, a população de esquimós é composta por pouco mais de 100 pessoas.

 

Aldeia nativa da Diômedes (lado Americano) na fronteira entre a Rússia e os Estados Unidos

 

Além das barreiras culturais e geográficas eles ainda convivem com a barreira do tempo. A Grande Diomedes, na Rússia, fica 21 horas à frente da Diomedes EUA. (No verão fica 20 horas à frente). Quando são 9 horas da manha de sábado no lado americano, já são 6 da manhã do domingo no lado russo. Por este motivo as ilhas são apelidadas de ilha do hoje e ilha do amanhã. Uma ótima oportunidade para viajar para o futuro.

Durante a guerra fria entre os dois países em 1987, a americana de 30 anos, Lynne Cox atravessou nadando o estreito de Bering, entre as duas ilhas. Uma travessia de pouco mais de 4 km, que levou 2 horas e 6 minutos em uma água com temperaturas em torno de 6 a 7 graus Celsius.

 

 

Cox já era uma conhecida nadadora de travessias e muito experiente em águas geladas. Em 1975, aos 18 anos de idade, havia cruzado os 23 quilômetros do estreito de Cook, na Nova Zelândia, em pouco mais de 12 horas. Ficou conhecida mundialmente na época e foi muito elogiada pelo presidente russo da época pelo seu feito. Deve ter sido bem gostoso nadar ao lado de pedras de gelos né!? rsrsrs Ainda prefiro as águas tranquilas e quentinhas da Flórida.

Fonte de Pesquisa: Russia Beyond.

 

 

Parque de Neve na Florida – Quem disse que na Florida não tem neve?

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *